Empreendimento sustentável garante até 27% de eficiência no uso da água

Empreendimento sustentável garante até 27% de eficiência no uso da água

Pensando no futuro, a MDGP aposta em edifícios sustentáveis que utilizam soluções inteligentes para reuso e redução no consumo de água

A água é um bem precioso e sem ela não há vida. De acordo com o relatório divulgado pela Organização das Nações Unidas (ONU), a previsão é que até 2050 falte água para 5 bilhões de pessoas, representando metade da população mundial para este período. No Brasil, a previsão é que até 2035 mais de 70 milhões de brasileiros fiquem sem água. Atualmente, por causa da falta de chuvas, alguns estados passam por longos períodos de estiagem e muitas companhias de água adotam medidas de urgências, como o sistema rodízio de abastecimento de água, o que acaba afetando a população.

Em casa a água é utilizada para limpeza, lavar louças e roupas, tomar banho, cozinhar, entre muitas outras utilidades. E pensando no futuro, a Incorporadora MDGP adotou medidas em seus projetos, entre elas, sistemas que fazem a captação de águas pluviais para reuso em irrigação de paisagismo e limpeza de áreas comuns, tendo como premissa a sustentabilidade em seus empreendimentos. “O objetivo não é só oferecer um empreendimento exclusivo e confortável, mas, acima de tudo, proporcionar experiência de morar em uma construção que impacta minimamente o ambiente”, afirma Cássia Assumpção, engenheira da MDGP.

Para evitar o desperdício de água, os empreendimentos Arbo Cabral e Átman Cabral foram projetados com especificações de metais e louças sanitárias de alta tecnologia, que colaboram com a redução no consumo sem diminuir o conforto e bem estar do morador. No Arbo Cabral, por exemplo, a eficiência hídrica do edifício será de 27,1% para pavimento tipo, 28,6% para cobertura, 33% para áreas comuns e 27,4% no geral, comparado a um empreendimento convencional. “Edifícios sustentáveis, além de proporcionar uma redução nas contas de consumo para os moradores, também garantem imóveis com uma valorização no valor de metro quadrado no mercado”, explica a engenheira.

Além disso, durante a construção destes empreendimentos também estão sendo adotadas no canteiro de obras medidas para evitar o desperdício de água, como a captação e o aproveitamento de água pluvial para a limpeza e manutenção do local. Os empreendimentos da MDGP ainda estão em processo de certificação para obter o selo GBC Brasil Condomínio, fornecido pelo Green Building Council Brasil, e um dos critérios é obter a eficiência hídrica com o reuso e redução de consumo de água.

A MDGP – Incorporadora com mais de 10 anos de atuação em Curitiba, reúne profissionais experientes e com vontade de empreender de forma moderna e diferenciada, tem à sua frente o engenheiro civil Marlus Doria, com 28 anos de experiência no mercado imobiliário. Em suas parcerias, conta com a Aurora Centennial, grupo centenário de origem familiar que opera no Brasil, Estados Unidos e Europa e atua nos setores da indústria da madeira, construção civil, tecnologia e incorporação imobiliária e a construtora Huma Engenharia, responsável pela realização de suas obras. Saiba mais sobre a MDGP e seus lançamentos acessando www.mdgp.com.br.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Tudo sobre a economia do país

Na hora de abastecer, qual o combustível mais econômico?

Na hora de abastecer, qual o combustível mais econômico?   Na hora de abastecer um carro flex, a dúvida sobre qual combustível colocar em seu tanque é bastante grande. Existe...

Como evitar uma bolha de inadimplência no mercado?

Como evitar uma bolha de inadimplência no mercado? Por Mário Conforti Seis em cada dez brasileiros deixaram de pagar alguma conta no mês de maio por causa da pandemia. Entre...

Banco Central aperta cerco contra lavagem de dinheiro e ocultação de bens

Banco Central aperta cerco contra lavagem de dinheiro e ocultação de bens O TreeCompliance permite a implementação imediata de qualquer política de conformidade Por Odilon Costa A partir de 1º...

Quase 2 milhões de empresas devem migrar de regime com a nova Reforma Tributária

A proposta que o Governo Federal enviou ao Congresso Nacional – e que tende a ser aprovada em breve – deve fazer com que cerca de 50% das empresas hoje...

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com