E-commerce deve movimentar R$ 106 bi em 2020

Segundo a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm), o faturamento do e-commerce brasileiro deve chegar a R$ 106 bilhões em 2020, com tíquete médio na faixa de R$ 310 e é estimado uma movimentação de 342 milhões de pedidos, feitos por aproximadamente 68 milhões de consumidores.

A previsão da ABComm é que 37% das transações serão feitas via smartphone e que os marketplaces responderão por 38% de todas as vendas. Um estudo do IBGE, também caminha na mesma direção em relação aos aparelhos móveis, cerca de 92% dos acessos a internet são feitos pelo celular.

“As pesquisas mostram que o e-commerce, assim como o uso dos aparelhos celulares, só vai crescer, ou seja, ter um site responsivo, seja e-commerce, institucional, blog, enfim, é extremamente importante para o sucesso do seu negócio. Vale ressaltar que o tamanho do empreendimento é indiferente.”, menciona o CEO da Codeby, empresa de tecnologia, Fellipe Guimarães.

E Guimarães tem razão, muitos negócios só possuem o site como fonte de renda, ou seja, ele é prioridade em tempo integral. “A minha marca nasceu na internet, e vai permanecer lá, como costumo dizer, é meu terreno (risos). Agora é aperfeiçoar o que já temos, é deixar o desktop e, principalmente, o mobile mais assertivos, tanto para os clientes, quanto para o Google”, comenta a CEO da Francisca Joias, maior ecommerce de semijoias do País, Sabrina Nunes.

Em 2018, o Google anunciou que passou a priorizar a versão mobile de um site na hora de indexá-lo. Anteriormente, a indexação era prioritariamente feito pela versão desktop dos sites.

Segundo o WEBSHOPPERS (2019), parceria realizada entre Ebit e Nilsen, em janeiro do ano passado, o M-Commerce tinha 42,7% de pedidos, em junho aumentou para 43,1%. Em janeiro de 2011, os pedidos via mobile representavam 0,1%. “É um crescimento enorme, mas ainda temos muito espaço no mercado, ainda há pessoas apenas no desktop e ainda há pessoas que não compram online, é um mercado promissor.”, diz o sócio da Dassi Boutique, Danilo Costa.

Sobre a Codeby

Há mais de 6 anos no mercado de tecnologia, o Grupo Codeby contribui diariamente para o crescimento de negócios online de diversos segmentos e portes. O Grupo Codeby se orgulha de ser uma empresa criativa e sempre desenvolver produtos e funcionalidades inéditas no mercado. O principal objetivo como empresa de tecnologia, é desenvolver ambientes online que não só expresse o que o cliente inspira, mas que seja uma experiência incrível para os clientes também.

Sobre a Francisca Joias Contemporâneas
A Francisca Joias é o maior e-commerce de semijoias do Brasil, com cerca de 4 mil peças à venda e com faturamento de R$ 6 milhões. A empresa nasceu do desafio de levar produtos de qualidade com preço acessível e serviços personalizados para mulheres que buscam uma loja virtual diferenciada desde produtos até atendimento.

Sobre a Dassi Boutique

A Dassi, fundada em 2011, é uma marca que nasceu com o propósito de proporcionar às mulheres roupas com qualidade e valor acessível. As peças são focadas no público feminino e trazem todo o conceito de moda e tendência. Atualmente, a empresa possui o e-commerce e duas lojas físicas, com faturamento em torno de R$ 10 mi.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Tudo sobre a economia do país

Na hora de abastecer, qual o combustível mais econômico?

Na hora de abastecer, qual o combustível mais econômico?   Na hora de abastecer um carro flex, a dúvida sobre qual combustível colocar em seu tanque é bastante grande. Existe...

Como evitar uma bolha de inadimplência no mercado?

Como evitar uma bolha de inadimplência no mercado? Por Mário Conforti Seis em cada dez brasileiros deixaram de pagar alguma conta no mês de maio por causa da pandemia. Entre...

Banco Central aperta cerco contra lavagem de dinheiro e ocultação de bens

Banco Central aperta cerco contra lavagem de dinheiro e ocultação de bens O TreeCompliance permite a implementação imediata de qualquer política de conformidade Por Odilon Costa A partir de 1º...

Quase 2 milhões de empresas devem migrar de regime com a nova Reforma Tributária

A proposta que o Governo Federal enviou ao Congresso Nacional – e que tende a ser aprovada em breve – deve fazer com que cerca de 50% das empresas hoje...

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com