A transformação digital e as inovações da tecnologia para o varejo

Por Miriane Noronha, Líder de Negócios de Varejo da Diebold Nixdorf

 Impulsionada pela crescente digitalização dos serviços e a ascensão de uma nova geração de equipamentos inteligentes, a Quarta Revolução Industrial tem promovido uma verdadeira disrupção na rotina de empresas de todos os portes e segmentos. Além de transformar as Indústrias, a evolução da tecnologia impacta outros setores e mercados, como é o caso do Varejo. Grandes e pequenos varejistas são diretamente desafiados a oferecerem experiências únicas a seus clientes, agregando novos recursos e modelos de negócios a suas operações.

Em decorrência desse cenário, assistimos ao desenvolvimento de soluções e sistemas inteligentes para otimizar a performance das operações de frente de caixa, integração de terminais de pagamento eletrônico, gestão de numerário e muito mais. Um sistema de caixa automatizado, por exemplo, pode simplificar o gerenciamento das transações e, ainda, reduzir custos com transporte, segurança e logística de valores.

Mas, para atingir o objetivo de se adequar e maximizar a performance de cada negócio, é importante que as empresas busquem soluções efetivamente alinhadas às suas características e aos seus modelos de vendas. Uma única loja pode exigir centenas de configurações de TI e de pagamento específicas, de acordo com seu tamanho e necessidades.

Ao adotar tecnologia e estratégia, os varejistas serão capazes de aprimorar seus serviços, agregando mais inteligência à operação diária e, paralelamente, melhores experiências aos seus consumidores. O trabalho realizado por grandes redes de supermercados, com a inclusão de sistemas de self checkout e identificação de clientes, que maximiza a personalização das ofertas, é um exemplo de como é possível utilizar a tecnologia para agilizar e melhorar a relação com os compradores e, ao mesmo tempo, ampliar os ganhos nas vendas.

A inovação, no entanto, não se resume a caixas autônomos e máquinas de pagamento 100% digitais. Até porque a realidade de grande parte dos comerciantes permanece cercada por antigos desafios. Prova disso é que, apesar dos avanços no segmento de pagamentos digitais, ainda temos uma grande movimentação de dinheiro físico no País. Uma recente pesquisa do Banco Central revelou que mais de 95% dos brasileiros ainda utiliza regularmente cédulas e moedas para fazerem compras e pagar contas.

Outro item importante e que não pode ser esquecido nesse cenário de inovação do varejo é que ainda estamos diante de uma sociedade bastante desbancarizada. Temos cerca de 45 milhões de pessoas no Brasil que não movimentam a conta bancária há mais de seis meses ou que optaram por não ter conta em banco. Esse total, que representa quase um terço da população adulta e economicamente ativa no País (29%), é responsável por movimentar mais de R$ 800 bilhões por ano.

Números como esses deixam claro a importância que as tecnologias terão para agilizar os pagamentos e incluir as pessoas em um novo universo de meios eletrônicos de pagamento e de transações online. O avanço do varejo se dará com apoio de processos de renovação com soluções preparadas para otimizar as rotinas de negócios como um todo, seja qual for o modelo de transação escolhido pelo consumidor (dinheiro físico ou digital).

Por mais diferentes que sejam os projetos de cada empresa, o fato é que essa jornada de evolução deve focar em uma entrega positiva para toda a cadeia econômica do País. Com varejistas mais preparados para o futuro, a rede bancária ganha em movimentações, os clientes ganham em agilidade e conveniência e os lojistas atraem oportunidades. Essa é a verdadeira soma a ser perseguida pela transformação tecnológica no comércio.

Teremos muitos avanços digitais, com novas soluções de software, hardware e serviços, para remodelar o dia a dia dos varejistas de todos os portes e segmentos. Com tecnologia de ponta, as marcas terão novas possibilidade de aproximação com seus consumidores, tornando os negócios cada mais bem-sucedidos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Tudo sobre a economia do país

Eles vieram para ficar: os robôs serão presença constante no nosso cotidiano em 2020

Empresas estão mais aderentes a cada dia à inteligência artificial para a criação de robôs personificados de acordo com o perfil dos consumidores da marca para melhorar o atendimento ao...

Aceleradora do Grupo 3Corações investe na empresa curitibana Café do Moço

A parceria prevê investimentos iniciais na cidade de Curitiba e um plano de negócios consistente para os próximos cinco anos De olho no crescimento do mercado de cafés especiais a...

O que você precisa saber sobre o Contrato de Trabalho Verde Amarelo

A Medida Provisória 905/2019, também conhecida como Programa Emprego Verde-Amarelo, alterou diversos pontos da CLT, sendo considerada uma “minirreforma” trabalhista. A MP também introduziu ao ordenamento jurídico um novo modelo...

Nordeste é destaque e tem média 15% maior no número de aberturas de empresas no Brasil no segundo semestre do ano

Dados do Empresômetro revelam que região segue em franco crescimento Que o brasileiro vem se reinventando através do empreendedorismo não é novidade, mas vem crescendo exponencialmente o número de aberturas...

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com