Empresa ajuda PMEs a terem mais visibilidade com integração em marketplace

Vendas em marketplaces cresceram 13% só no primeiro semestre deste ano

Pesquisa da consultoria Ebit-Nielsen informa que, só no primeiro semestre de 2019, os marketplaces cresceram 13% em relação ao ano passado, o que representa um faturamento de quase R$ 20 bilhões só nos primeiros 6 meses do ano. Os números mostram que vender nos ainda chamados “shoppings virtuais” é uma ótima alternativa para PMEs aumentarem seu faturamento e também atingir novos nichos de público.

 Sabendo disso, muitas empresas buscam soluções em ERP (Planejamento de Recursos Empresariais) e integrações com os melhores marketplaces do mercado para melhorar as vendas e a gestão de PMEs. Entre elas, o Bling (www.bling.com.br) – startup que oferece sistema de gestão empresarial para a PMEs e MEIs – lançou, nesta semana integração, com o Zoom Marketplaces, um dos principais do setor no Brasil.

 Para Sidney Zynger, diretor de Marketing e sócio do Bling, a nova parceria com o Zoom busca melhorar ainda mais o negócio de pequenos empresários que não têm tanto capital para investir em ERP. “O marketplace é um importante aliado para o negócio de lojistas virtuais que usam a ferramenta para ganhar mais visibilidade e aumentar suas vendas. O Bling entende a importância disto e oferece integrações em e-commerces e marketplaces para que o negócio do cliente seja gerenciado com organização e facilidade do pedido à entrega”, destaca.

 Sidney Zynger explica, ainda, como funciona esta parceria com o Zoom.  “O cliente encontra todas as informações do produto no site e fecha o pedido no próprio carrinho do site. O lojista recebe o pedido aprovado, fatura a nota fiscal, despacha o produto para o cliente e informa o marketplace quando for entregue o pacote”, destaca Sidney. “Após este processo, a Zoom abate o percentual de comissão acordado, que varia conforme a categoria, e repassa o valor com as parcelas antecipadas, sem nenhum custo adicional”, completa.

Com 11 anos de mercado, o Bling tem investimento da Criatec 2 – fundo de investimento criado pelo BNDES, conta com mais de 200 integrações no e-commerce e oferece serviços que possibilitam o controle total sobre as vendas, finanças, estoque, produtos, clientes, pedidos, comissões de vendas, entre outros.  

“A startup está integrada às maiores plataformas de e-commerce e marketplaces do país, como Loja Integrada, VTEX, Nuvem Shop, B2W e a própria Zoom. É totalmente online e conta com um sistema frente de caixa (PDV) que atende as necessidades dos clientes, como agilidade no processo de atendimento ao cliente, configurável para controlar mesas e gerenciar a entrada e saída de caixa”, finaliza Sidney.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Tudo sobre a economia do país

Na hora de abastecer, qual o combustível mais econômico?

Na hora de abastecer, qual o combustível mais econômico?   Na hora de abastecer um carro flex, a dúvida sobre qual combustível colocar em seu tanque é bastante grande. Existe...

Como evitar uma bolha de inadimplência no mercado?

Como evitar uma bolha de inadimplência no mercado? Por Mário Conforti Seis em cada dez brasileiros deixaram de pagar alguma conta no mês de maio por causa da pandemia. Entre...

Banco Central aperta cerco contra lavagem de dinheiro e ocultação de bens

Banco Central aperta cerco contra lavagem de dinheiro e ocultação de bens O TreeCompliance permite a implementação imediata de qualquer política de conformidade Por Odilon Costa A partir de 1º...

Quase 2 milhões de empresas devem migrar de regime com a nova Reforma Tributária

A proposta que o Governo Federal enviou ao Congresso Nacional – e que tende a ser aprovada em breve – deve fazer com que cerca de 50% das empresas hoje...

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com