Lideranças diferentes ajudam na conquista de objetivos variados

O modo como o líder pensa, administra e potencializa as equipes determina as diretrizes e o sucesso dentro das empresas

O líder é responsável por inspirar, motivar e direcionar as equipes, o que torna a função desse profissional essencial dentro da estrutura organizacional. Importante destacar que o principal papel de um líder é, acima de tudo, servir.   Tem que se dedicar a extrair de cada colaborador o seu melhor e, por consequência, obter excelentes resultados, servindo à sua equipe, a sua corporação e a sociedade.

“Existem vários tipos de liderança que ajudam a entender quais caminhos uma equipe deve seguir. As corporações precisam desenvolver os gestores para que exista um alinhamento entre a empresa e as equipes. O treinamento proporciona aos líderes meios de aproveitar melhor suas capacidades e ainda de compartilhar esse aprendizado com os liderados”, comenta Patrícia Lisboa, head trainer e hacker profissional.

Para entender mais sobre os diferentes perfis de liderança, o psicólogo Kurt Lewin desenvolveu a Teoria dos Estilos de Liderança. Nela foram definidos tipos de líderes com base em seis características observadas nos principais gestores norte-americanos: situacional; dos traços; do comportamento; dos estilos de decisão; da atribuição e do carisma; que analisam a forma de comportamento, o modo de pensar, ser e agir, e as capacidades de gerenciamento. Esses perfis surgiram a partir dessa teoria proposta por Lewin e, ela é utilizada até os dias de hoje.

Na Liderança Autocrática, o líder é o centro das decisões. Ele centraliza o poder, impedindo que a equipe participe e cresça. Esse gestor cobra muito e não aceita sugestões e intervenções. Pouco comum nos dias atuais, mas ainda existe. “Esse perfil promove um ambiente de forte pressão, que acaba desmotivando os funcionários e possibilita perda de grandes profissionais. Entretanto, sua capacidade de liderança nata associada a um treinamento que a adapte para uma gestão mais horizontal, renderá resultados positivos e promissores”, analisa a head trainer.

Já a Liderança Democrática valoriza as decisões e planejamentos em equipe. Nesse estilo, o gestor consulta a opinião, ideias e feedbacks, priorizando a qualidade de vida no trabalho e a valorização do empenho de todos. Patrícia Lisboa avalia que nesse modelo as pessoas tem mais liberdade e satisfação para desempenhar suas funções e que o treinamento adequado potencializará os rendimentos e criará uma cultura de sucesso.

No perfil Liberal, a equipe possui total autonomia para decidir os caminhos e tomar as decisões. “Este modo exige bastante disciplina. Uma vez que a falta de supervisão pode causar um relaxamento e uma baixa produtividade. Quando as metas são bem trabalhadas cria-se um ambiente propício ao desenvolvimento individual e de grupo”, comenta Patrícia.

E, com ênfase na performance, há a Liderança Coaching, que tem preocupação em desenvolver as habilidades dos integrantes da equipe, para liberarem seus potenciais. “Nesse estilo, o líder busca motivar os profissionais, criando um clima de confiança e cooperação. O acompanhamento entre gestor e liderado é individual, o que determina metas e resultados diferentes dentro do mesmo ambiente”, explica Patrícia Lisboa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Tudo sobre a economia do país

Na hora de abastecer, qual o combustível mais econômico?

Na hora de abastecer, qual o combustível mais econômico?   Na hora de abastecer um carro flex, a dúvida sobre qual combustível colocar em seu tanque é bastante grande. Existe...

Como evitar uma bolha de inadimplência no mercado?

Como evitar uma bolha de inadimplência no mercado? Por Mário Conforti Seis em cada dez brasileiros deixaram de pagar alguma conta no mês de maio por causa da pandemia. Entre...

Banco Central aperta cerco contra lavagem de dinheiro e ocultação de bens

Banco Central aperta cerco contra lavagem de dinheiro e ocultação de bens O TreeCompliance permite a implementação imediata de qualquer política de conformidade Por Odilon Costa A partir de 1º...

Quase 2 milhões de empresas devem migrar de regime com a nova Reforma Tributária

A proposta que o Governo Federal enviou ao Congresso Nacional – e que tende a ser aprovada em breve – deve fazer com que cerca de 50% das empresas hoje...

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com