Shopping woman

91% dos consumidores brasileiros pretendem comprar durante a Black Friday em 2018

A data, além de promover aumento nas vendas, é ótima para fidelizar o consumidor

A Black Friday se tornou a maior data para o varejo nacional de alguns anos para cá e, por isso, as empresas devem ter estratégias bem definidas para crescer e fidelizar os seus clientes durante a data. E, no mercado, o impacto da Black Friday não é diferente.

De acordo com uma pesquisa da Ebit, só em 2017, o evento teve um faturamento de R$ 2 bilhões de reais e, segundo dados obtidos pelo Google, foram cerca de 3,76 milhões de pedidos.

Os estudos comprovam que 87% dos consumidores param de comprar de uma marca por conta de uma experiência de atendimento ruim e este é um dado alarmante que pode impactar diretamente no pós-vendas, já que 95% dos consumidores falam sobre experiências ruins de atendimento ao cliente com outras pessoas.

Diante desses números, não é à toa que os comerciantes se preparam o ano inteiro para abarcar a demanda desse dia. Afinal, não basta manter o intenso fluxo quantitativo de mercadoria, mas também de se preservar a qualidade e assertividade do serviço prestado.

Perspectivas para a Black Friday de 2018

Em outra pesquisa, da Provokers, em 2018, 78% dos consumidores que nunca compraram, pretendem comprar, enquanto, segundo o Google, 91% dos consumidores entrevistados pretendem comprar novamente durante o evento.

Para o CEO da NeoAssist, Albert Deweik, isso é visto de maneira bem positiva. “A Black Friday é uma oportunidade perfeita para adquirir e manter clientes”, diz. Além disso, ele explica a importância da qualidade no atendimento para fidelizar o cliente que chegou através da baixa nos preços.

O estudo realizado pela NeoAssist, em parceria com a MindMiners, explica que 92% dos consumidores não são fiéis à uma marca apenas por conta de seus produtos ou serviços. “A Black Friday é uma data incrível para promover a marca e uma boa experiência de compra, porque é a maior oportunidade de fidelizar o cliente”, finaliza.

De um modo geral, as expectativas para o dia da “sexta-feira negra”, seguindo as proporções obtidas nas edições passadas, são de aumento nacional e internacional. No Brasil, frente à crescente popularidade do evento, a expectativa é de um sucesso sem precedentes em todas as categorias.

Mais informações: https://site.neoassist.com/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Tudo sobre a economia do país

No 31º aniversário da Constituição Federal, Brasil coleciona mais de 790 mil normas vigentes

No 31º aniversário da Constituição Federal, Brasil coleciona mais de 790 mil normas vigentes Estudo do IBPT revela que foram editadas mais de 6 milhões de normas durante a vigência...

Até setembro de 2019, foram abertas cerca de 8,5 mil empresas por dia no Brasil

Até setembro de 2019, foram abertas cerca de 8,5 mil empresas por dia no Brasil Dados do Empresômetro revelam que empreendedorismo continua crescendo no país Outubro de 2019 – Ser empresário...

Advogado analisa acertos e pontos críticos da Lei da Liberdade Econômica

Para Fernando Forte, advogado do escritório Tardioli Lima, principal objetivo da lei é desburocratizar as atividades econômicas – mas alguns pontos ainda merecem atenção   São Paulo, 8 de outubro...

CNAE errada pode causar dores de cabeça para sua empresa

CNAE errada pode causar dores de cabeça para sua empresa Enquadramento indevido pode gerar transtornos como problemas com a tributação e impedir a participação em processos de licitação foto para...

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com