Tecnologia para franquias

*Por Mikael Malanski, CEO da X-Apps

A tecnologia, de forma geral, possibilita automatizar processos, entender melhor o consumidor e tornar mais rica a experiência de compra, o que reverte em fidelização e melhores resultados – entre outros benefícios.

Por meio de aplicativos, por exemplo, é possível interagir quando o consumidor está por perto e precisa do serviço, e se antecipar a uma necessidade, prevendo o seu comportamento. Diferentemente da loja, onde o consumidor efetua a compra e sai, no mobile commerce as marcas conseguem se conectar com os clientes desde o momento da descoberta do produto desejado até a compra, promovendo o acesso a sinais valiosos de intenção para uma próxima visita e detectando outros gostos do cliente que talvez não seriam descobertos sem essa ação. A tecnologia além de potencializar as vendas, também otimiza e aprimora a qualidade da conexão com o consumidor, diferenciando-se de uma compra realizada no varejo tradicional.

Também é possível ter um timing com maior assertividade e alcance dos consumidores no momento certo, quer estejam navegando em um item à noite ou comprando em uma loja durante o horário de almoço. A tecnologia de Geotracking e a publicidade programática ajudam a conectar com esses consumidores nos momentos que antecedem uma decisão de compra, aumentando a probabilidade de que ela seja concluída – é o famoso impulso.

Reverter processos manuais em fluxos automatizados demanda estratégia e uma consultoria especializada pode ajudar. A começar pequeno, crescer grande e se ajustar ao mercado. Afinal a tecnologia é uma ferramenta, e não o fim.

 

A força do celular como ferramenta de vendas é indiscutível. Ao atuar com mobile commerce as marcas têm a possibilidade de se consolidar em mercados até então não conhecidos, fortalecendo a escalabilidade – que aumenta graças a base de usuários. Dois terços dos adultos no mundo aproximadamente terão smartphones até o final de 2018.

Um dos grandes problemas do mercado, a saturação, pode ser mitigado com o mobile commerce, já que existe uma flexibilidade possível de alterar a inclinação e foco das vendas para se diferenciar dos concorrentes e aumentar essa expansão.

À medida que novos mercados se abrem e são descobertos, extensas oportunidades de vendas são criadas.

Outra vantagem para as marcas é aumentar sua capacidade de dimensionar tudo, desde o estoque até o marketing. Por exemplo, aumenta-se o foco em marketing de aplicativos para dispositivos móveis quando o interesse do consumidor aumenta e reduz quando o interesse diminui.

Primeiro a franquia precisa entender quais são as suas maiores dores, onde tem os maiores problemas e quando cabe investir em uma solução personalizada.

Quando a franquia investe em tecnologia, tem a vantagem de escalar e entregar mais com menos, gerando redução de custos e aumento do faturamento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Tudo sobre a economia do país

Na hora de abastecer, qual o combustível mais econômico?

Na hora de abastecer, qual o combustível mais econômico?   Na hora de abastecer um carro flex, a dúvida sobre qual combustível colocar em seu tanque é bastante grande. Existe...

Como evitar uma bolha de inadimplência no mercado?

Como evitar uma bolha de inadimplência no mercado? Por Mário Conforti Seis em cada dez brasileiros deixaram de pagar alguma conta no mês de maio por causa da pandemia. Entre...

Banco Central aperta cerco contra lavagem de dinheiro e ocultação de bens

Banco Central aperta cerco contra lavagem de dinheiro e ocultação de bens O TreeCompliance permite a implementação imediata de qualquer política de conformidade Por Odilon Costa A partir de 1º...

Quase 2 milhões de empresas devem migrar de regime com a nova Reforma Tributária

A proposta que o Governo Federal enviou ao Congresso Nacional – e que tende a ser aprovada em breve – deve fazer com que cerca de 50% das empresas hoje...

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com