Demanda por Engenheiros Eletricistas e Mecânicos cresce 43% em PG e região

O crescimento industrial acima da média do Estado, a posição geográfica privilegiada e a infraestrutura de transportes têm beneficiado Ponta Grossa e região com relação à contratação de Engenheiros Eletricistas e Mecânicos, nos últimos quatro anos. É o que mostra o levantamento do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Paraná (Crea-PR). Conforme os dados, o número de contratos de execução de obras e prestação de serviços nessas áreas teve incremento de 43%, passando de 3.040, em 2014, para 4.375, em 2018. No Paraná, a evolução é de 26%. 

Para o gerente regional do Crea-PR, em Ponta Grossa, Vander Della Coletta Moreno, a evolução no registro de Anotação de Responsabilidade Técnica (ART) é reflexo da formalização dos contratos de execução de obras de serviços de engenharia em ART e o crescimento do mercado de trabalho dos profissionais, tanto no setor industrial – com as instalações e manutenções industriais -, quanto na construção civil. “Esta última vem se mantendo aquecida e também demanda serviços de profissionais das áreas elétrica e mecânica, como projetos, instalações, manutenções de equipamentos e vistorias”, explica. 

Conforme Vander, o crescimento do setor industrial e da construção civil se traduz em um desafio para o trabalho de fiscalização realizado pelo Crea-PR, principalmente com relação à atividade ilegal de empresas, sem a participação técnica de profissionais de engenharia, além da atuação de pessoas físicas sem a devida habilitação. “O objetivo de nossa fiscalização é coibir o exercício ilegal da profissão de engenheiro e de garantir apenas que empresas e profissionais habilitados atuem neste mercado, que exige conhecimento e responsabilidade técnica”, pontua. 

Em Ponta Grossa e região, os Engenheiros Eletricistas são mais demandados em serviços de laudos, avaliações, vistorias e perícias, postos de transformação de energia, equipamentos eletroeletrônicos, sistemas de distribuição em baixa/média/alta tensão, sistemas de comunicações por fibra ótica, linhas/redes de distribuição urbana, energias alternativas, linhas/rede de distribuição rural, equipamentos odonto-médico-hospitalares, instalações elétricas temporárias, linhas e redes de telecomunicações, instalações elétricas e subestações de consumidores de energia elétrica. 

Já na área de Engenharia Mecânica e Metalúrgica é crescente os serviços de laudos, vistorias e perícias, elevadores, cadeiras e vasos de pressão, estruturas metálicas, instalações mecânicas industriais, ar condicionado, centrais de gás e manutenção industrial mecânica. O Inspetor do Crea-PR, o Engenheiro Mecânico, Alexandre Francisco Nekatschalow, acredita que as empresas estão mais atentas com relação às normas regulamentadoras e às questões legais. “O trabalho efetivo de fiscalização do Crea-PR reflete no aumento da demanda dos profissionais que são obrigados, por lei, a registrar a ART de todo contrato para execução de obras ou prestação de serviços de engenharia”, reforça. A opinião é compartilhada pelo Engenheiro Eletricista, Alex Sander Sebaje, inspetor do Crea-PR. “Além da fiscalização efetiva efetuada pelo Crea-PR, muitos dos investimentos industriais anunciados lá atrás para Ponta Grossa e região estão saindo efetivamente do papel”, pontua. 

Evolução da quantidade de ARTs 

Ponta Grossa e região 
2014- 3040
2015- 3545
2016- 3612
2017- 3877
2018- 4375

Paraná
2014- 60.635
2015- 63.389
2016- 64.771
2017- 66.560
2018- 76.489

*Fonte: Crea-PR 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Tudo sobre a economia do país

Na hora de abastecer, qual o combustível mais econômico?

Na hora de abastecer, qual o combustível mais econômico?   Na hora de abastecer um carro flex, a dúvida sobre qual combustível colocar em seu tanque é bastante grande. Existe...

Como evitar uma bolha de inadimplência no mercado?

Como evitar uma bolha de inadimplência no mercado? Por Mário Conforti Seis em cada dez brasileiros deixaram de pagar alguma conta no mês de maio por causa da pandemia. Entre...

Banco Central aperta cerco contra lavagem de dinheiro e ocultação de bens

Banco Central aperta cerco contra lavagem de dinheiro e ocultação de bens O TreeCompliance permite a implementação imediata de qualquer política de conformidade Por Odilon Costa A partir de 1º...

Quase 2 milhões de empresas devem migrar de regime com a nova Reforma Tributária

A proposta que o Governo Federal enviou ao Congresso Nacional – e que tende a ser aprovada em breve – deve fazer com que cerca de 50% das empresas hoje...

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com